RSS   Redes Sociais   Facebook

2011—2017 © Lusocom

Todos os direitos reservados

Anuário Internacional de Comunicação Lusófona 2015/2016: Metodologias de pesquisa, cibercultura, regulação e cooperação

Editores: Margarita Ledo, Francisco Campos, Carlos Toural, Xosé Ruas, Ana Isabel Rodríguez, Carmen Costa e María Salgueiro

Editora: Agacom
Ano: 2017
ISBN: 2255-2243

Download grátis

Sinopse:

A singular cartografia que se reconhece nos países de expressão galaico-portuguesa confronta-se com a urgência de refletir, escolher e tomar posição nos temas - grandes e pequenos - da assim chamada sociedade do conhecimento, para que a mesma deixe de ser uma questão nominal e possa transladar-se para políticas concretas. De resto, dos suportes convencionais à web, dos estudos de género às políticas de representação, da identidade à comunicação organizacional, da história à epistemologia, nenhum âmbito do universo da comunicação ficou fora dos trabalhos do XII Congresso da Lusocom // III Congresso da Mediacom (realizado em Cabo Verde, de 19 a 21 de outubro de 2016).

Índice:

Carta da Galiza: O espazo lusófono e a eterna diáspora
Margarita Ledo Andión

7

   
PARTE I - Monográfico: Metodologias de pesquisa em comunicação no espaço lusófono, cibercultura, regulação e cooperação
 
 Ciências da comunicação e mundo lusófono
Moisés de Lemos Martins (Universidade do Minho)
 11

A lusofonia como projeto em construção
Joaquim Paulo Serra (Universidade da Beira Interior) 

19


Redes científicas e nodocentrismo
Francisco Campos Freire (Universidade de Santiago de Compostela)

27


Sociedade da información e fendas dixitais. O espazo lusófono en contexto
Emili Prado e Rosa Franquet (Universidade Autónoma de Barcelona)

 45


A propósito da lusofonia. Cibercultura e diversidade: para uma abordadem pós-convencional do conceito de rede e de cultura
João Carlos Correia (Universidade da Beira Interior)                

59

 
Redes sociais científicas: presenza en Academia.edu e ResearchGate dos investigadores e investigadoras en comunicación das universidades públicas galegas e portuguesas
Iván Puentes Rivera, José Rúas Araújo e Ana Belén Fernández Souto (Universidade de Vigo)
67
 
79
Cultural Cooperation Networks Creative Laboratory: balanço de um ano experimental 
Manuel Gama (Universidade do Minho)  
   95
Gobernanza e redes sociais nas radiotelevisións públicas do espazo lusófono   
Tania Fernández Lombao e Andrea Valencia Bermúdez (Universidade de Santiago de Compostela)   
   
Identidades e filiações de jornais coloniais de expressão portuguesa: o caso de Angola   107
Antônio Hohlfeldt (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul)  
   
Marca, lugar e ethos: o ethos discursivo da marca-lugar na comunicação publicitária da cidade de Salvador   121
Nelson Soares e Giovandro Marcos Ferreira (Universidade Federal da Bahia)   
   
Os usos dos média e a importância da língua de acolhimento na integração de imigrantes: abordagem metodológica em dois casos de estudo  131 
Inés Blanco (Universidade de Coimbra)   
   
PARTE II – Miscelánea

A información de proximidade como eixo do ecossistema comunicativo galego do terceiro milenio
Xosé Lopez García e María Cruz Negreira-Rey (Universidade de Santiago de Compostela)

147


As audiencias nas estratexias transmedia das industrias culturais galegas. Entre o produto do éxito e o experimental
Carmen Costa Sánchez (Universidade da Coruña)

153


Fotografando o outro
Vítor Vaqueiro Foxo

165


Homenaxe da Asociación Española de Investigación en Comunicación (AE-IC) ao Dr. José Marques de Melo
Intervención de Margarita Ledo Andión
 

177

   
Novas lusofonias   
Carmen Costa Sánchez

179

   
Reseñas
 
Ana Isabel Rodríguez (Universidade de Santiago de Compostela) 

185

 
Agradecemento aos revisores  195